Guapimirim é homenageado em cervejaria no Leblon

O município de Guapimirim foi homenageado pela Cervejaria Jeffrey, no Leblon, Zona Sul do Rio, na tarde dessa quarta-feira (15/11), por conta do aniversário de 27 anos de emancipação neste mês de novembro.

“Esta é uma pré-celebração do aniversário da cidade. Eu convido vocês a conhecerem Guapimirim. Temos belas cachoeiras, trilhas, pousadas e o [pico] Dedo de Deus”, disse o prefeito Zelito Tringuelê.

A Jeffrey está em processo de instalação de sua nova fábrica em Guapimirim. O evento teve um show do cantor Dudu Nobre, que se apresentará no próximo dia 23 de novembro na Cotia.

Além de conhecer um pouco sobre os pontos turísticos de Guapimirim, o público presente conheceu um pouco do artesanato e dos alimentos orgânicos produzidos por produtores rurais locais, tais como queijos, mel de abelha, cachaça e hortaliças.

Produtores rurais e artesãos de Guapimirim participarão de festa de cervejaria no Rio

Produtores rurais e artesãos de Guapimirim participarão da festa da Cervejaria Jeffrey amanhã (15/11), das 12h às 22h, na Rua Tubira, nº 8-C, Leblon, Zona Sul do Rio. Esses profissionais vão expor seus produtos no evento celebrará o aniversário de 27 anos de Guapimirim.

“A festa não seria completa sem os produtores rurais e artesãos de nossa cidade apresentando suas mercadorias. Queremos que as pessoas de fora conheçam a nossa cidade, o que produz, as nossas belezas naturais (…); se queremos que nossa cidade seja visitada por turistas, temos de ir até eles e apresentá-la”, disse o prefeito Zelito Tringuelê.

A entrada é gratuita.

Cervejaria leva Guapimirim ao Leblon

Guapimirim completa 27 anos de emancipação neste mês de novembro, e a festa começa no próximo dia 15 de novembro. A cidade da Serra Verde Imperial será apresentada aos cariocas pela Cervejaria Jeffrey. O evento ao ar livre, com entrada gratuita, ocorrerá das 12h às 22h, na Rua Tubira, nº 8-C, no Leblon, Zona Sul do Rio, e terá shows, venda de chopes a partir de R$ 10 e de produtos artesanais de Guapi.

A cervejaria está em processo para instalar sua nova fábrica em Guapimirim, o que vai gerar mais emprego, renda e incentivo ao turismo.

“Se queremos promover o turismo em nosso município, temos de ir onde os turistas estão. Guapimirim tem o [pico] Dedo de Deus, o Museu Von Martius, cachoeiras, trilhas, é o lugar perfeito tanto para quem busca descanso quanto para quem gosta do ecoturismo”, comentou o prefeito de Guapimirim, Zelito Tringuelê.

O evento foi noticiado pela revista Veja Rio.

APA Guapi-Mirim comemora 33 anos com muita diversão e conscientização ambiental

A Prefeitura Municipal de Guapimirim, através da Secretaria Municipal de Turismo, esteve presente no aniversário de 33 anos da Área de Proteção Ambiental (APA) Guapi-Mirim, no último sábado (23), na Praia da Piedade, em Magé.

Para comemorar esta importante data, diversas atividades fizeram parte da programação. Grupos com canoas, caiaques, stand-ups e até uma canoa havaiana participaram de uma remada de 10 quilômetros pela Baía, entre eles o Clube Carioca de Canoagem e a Associação Vagalume Va`a. Já às margens do mangue, alunos do Colégio Estadual Hilka de Araújo Peçanha, de Itaboraí, juntaram-se a outros voluntários no mutirão para a retirada do lixo acumulado na região.

Em paralelo a estas atividades, estandes abertos ao público com produtos locais para a venda, distribuição de mudas nativas, exposição do MAQUA (Laboratório de Mamíferos Aquáticos e Bioindicadores da UERJ) com explicações das pesquisas feitas em botos, baleias e golfinhos e oficina de bambu com o Grupo de Escoteiros do Mar de Guapimirim.

Fechando as apresentações, o biólogo marinho e diretor de cinema Ricardo Gomes apresentou o documentário Baía Urbana, que irá estrear ainda este mês.

“Sobrevivi da pesca durante dois anos. A Baía proporcionou a minha subsistência e eu quis fazer algo por ela. Comecei a mergulhar tentando achar essa beleza submersa para dar esperança às pessoas. E ela está viva! São mais de 200 espécies de peixes. Quando o governo não consegue resolver o problema, não podemos ficar com os braços cruzados. A sociedade civil não pode esperar o governo fazer. O papel de cada um pode ser determinante para o futuro”, relatou Ricardo.

Encerrando as festividades, música boa para animar o público com a banda Dedos em Som.

Escola Municipal Acácia Leitão Portela lança projeto Escola Sustentável – o Guapi que eu vivo

Primeira fase do programa atendeu professores da rede municipal de ensino

A Escola Municipal Acácia Leitão Portela, localizada em Parada Modelo, apresentou, nesta terça-feira (12/09), o projeto Escola Sustentável – o Guapi que eu vivo, cujo objetivo é promover sustentabilidade socioambiental através da capacitação de profissionais da educação e alunos do município. O projeto é agraciado pelo Programa Escola Sustentável, do Ministério da Educação.

A secretária de Educação, Cecília Pais, prestigiou o evento e ressaltou a importância de projetos como o Escola Sustentável. “É uma ferramenta pedagógica que tem como objetivo transformar a escola em um espaço sustentável, tratando não apenas de questões ambientais, mas também de inclusão, promoção de valores e direitos humanos”, destacou.

De acordo com a diretora da E. M. Acácia Leitão Portela, Rosimere Guimarães, dentro das unidades escolares há uma grande necessidade de aprender e ensinar sobre reaproveitamento. “É muito importante que os alunos e os professores tenham essa responsabilidade de reaproveitar as coisas que usamos todos os dias. Nossa escola é a maior do município e buscamos, através desse projeto, ser multiplicadores dessa ideia para as outras unidades”, disse.

A primeira fase do projeto foi a capacitação dos profissionais da Educação com relação ao sentimento de pertencer a cidade. Para isso, foram realizadas, no auditório da escola, duas palestras para abrir o programa. A primeira foi conduzida pelo jornalista e mestrando em Turismo, Rafael Coelho, ex-aluno da rede pública de ensino de Guapimirim, cujo tema abordou a temática do turismo sustentável como diferencial para o crescimento do município.

A segunda palestra foi ministrada pelo subsecretário de Agricultura, Urias Fernandes, que falou sobre produção agropecuária. “Um dos setores que devem ser restaurados dentro do município é o agronegócio, desenvolvendo questões de sustentabilidade através de técnicas e incentivos. Atualmente, o desenvolvimento de um município está diretamente ligado às práticas sustentáveis e a conscientização da população com relação a essas ações”, concluiu.

A segunda parte do projeto Escola Sustentável será capacitar os alunos da E. M. Acácia Leitão Portela através da criação de uma horta orgânica, oficinas com reutilização de materiais sustentáveis, gincanas com a mesma temática e passeios turísticos pela cidade. “Os alunos ficam empolgados com as atividades fora de sala de aula e, com isso, conseguimos agregar valor à toda a programação proposta dentro do projeto Escola Sustentável”, finalizou a coordenadora pedagógica, Sandra Ferreira de Almeida.

Degustarte termina nesse domingo

Termina amanhã (10/9) o Degustarte, evento gastronômico promovido pela MS Marketing Promocional e GuapimirimTur, com a participação dos bares e restaurantes, Armazém do Beto, Harmonizando, Vila Nihon e Art & Flora Garden.

Quem estiver em Guapimirim deve aproveitar o evento. É o que recomenda o secretário Municipal de Turismo, Humberto Costa.

As informações completas sobre a programação e os pratos participantes estão disponíveis no site www.visiteguapimirim.com.br/degustarte.

Evento reúne música e gastronomia em Guapimirim

A partir desta sexta-feira (01), Guapimirim recebe a primeira edição do festival gastronômico Degustarte, reunindo MPB, jazz e rock a um cardápio diferenciado. O evento é uma realização da MS Marketing Promocional e da GuapimirimTur, com a participação dos bares e restaurantes, Armazém do Beto, Harmonizando, Vila Nihon e Art & Flora Garden.

O circuito será realizado entre os dias 01 e 10 de setembro. Toda a programação das atrações musicais e pratos oferecidos podem ser conferidos no site: visiteguapimirim.com.br/degustarte

“É bom ver que os empreendedores locais estão se organizando na criação de novos eventos. Isso vem de encontro com as ideias da Secretaria Municipal de Turismo, que incentiva o envolvimento dos empreendedores do setor a se organizarem para a promoção do turismo na cidade, de maneira associativa e colaborativa”, comentou o secretário Municipal de Turismo, Humberto Costa.

Conferência de Turismo discute como alavancar o setor em Guapimirim

O turismo – ou algumas de suas vertentes como o ecoturismo e o turismo rural – tem um grande potencial em Guapimirim. Para isso, é preciso desenvolvê-lo por meio de parcerias público-privadas, com o apoio da sociedade, e investimentos. Para alavancar o setor, aconteceu a 3ª Conferência Municipal de Turismo, nesta sexta-feira (25/8), que debateu junto à população sobre o tema. O evento foi promovido pela Secretaria Municipal de Turismo e ocorreu no Centro Cultural, no Centro.

Fizeram parte da mesa o secretário Municipal de Turismo, Humberto Costa; o subsecretário de Turismo, Maurício Almeida – presidente da Conferência –, os secretários municipais de Agricultura, Pecuária e Pesca, Daniel Eugênio; de Ambiente, Pierre Dutra; e de Cultura, professor Luís Cláudio; além da representante do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Tatiana Vicente; e do vice-presidente do Instituto de Geografia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), Rafael Fortunato.

“Estamos buscando fazer a nossa parte para promovermos o turismo de verdade em nosso município (…); o Sebrae tem nos apoiado em todos os aspectos no turismo e com o turismo rural. Nós estamos desenvolvendo um plano estratégico para a nossa cidade para os próximos anos e esse plano vai servir de norte para todas as ações da Secretaria de Turismo (…)”, destacou o secretário Humberto Costa.

“Pelo Cadastur, nós identificamos a falta de empresas de turismo cadastradas em nossa cidade. Fizemos um trabalho em cima disso em que cadastramos pousadas, restaurantes e outros estabelecimentos no Ministério do Turismo, porque eles não podem funcionar sem o cadastramento. Não tínhamos nenhuma pousada cadastrada, e as que tinham estavam com o cadastro vencido. Hoje temos seis pousadas registradas no Cadastur e é provável que até o final do ano tenhamos entre nove e dez”, comentou o subsecretário Maurício Almeida, que também explicou que atualmente a classificação de Guapimirim no setor, junto ao Ministério do Turismo, é a D e que a meta é subir para C. O Cadastur é um sistema do governo federal que certifica empresas a atuarem com turismo.

“Nós somos um complexo de secretarias do governo que trabalhamos para o bem do turismo, do ecoturismo e do turismo rural em Guapimirim. Estamos trabalhando muito para que possamos preparar junto com o Sebrae para que tenhamos essa visão de recepção às pessoas que vierem visitar o município”, falou o secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca, Daniel Eugênio.

“O turismo é ligado diretamente à minha pasta, o ambiente. A maioria das cidades sobrevive hoje ao ecoturismo. Então, isso precisa ser explorado. Temos buscado regularizar pousadas e empreendimentos, mas isso tem que ser feito com sustentabilidade. Não adianta promover um turismo desenfreado para evitar degradar a nossa riqueza natural e para que não tenhamos problemas no futuro”, sustentou o secretário de Ambiente, Pierre Dutra.

Já o secretário de Cultura, professor Luís Cláudio, se referiu a essa complementariedade entre turismo e cultura como uma ‘bela confusão’ e que isso é importante para se buscar a identidade do município. “Acho que essa Conferência tem uma missão muito importante (…); nossa cidade é uma cidade potencialmente referência para o mundo, porque temos patrimônios materiais e imateriais”, disse.

A representante do Sebrae, Tatiana Vicente, mencionou algumas das promoções que a entidade desenvolveu em cidades fluminenses e enfatizou a importância da mulher como ferramentas de inclusão social e de empreendedorismo.

O vice-presidente do Instituto de Geografia da Uerj, Rafael Fortunato, abordou sobre ‘turismofobia’ – fenômeno de aversão a turistas que está crescente em algumas cidades turísticas mundo afora – e do turismo solidário. Este segmento é voltado para o desenvolvimento humano e combate às desigualdades sociais.

Na ocasião, foram entregues certificados do Cadastur a empresas dos setores de turismo, hotelaria e gastronomia.

A Conferência é a continuidade das discussões que tiveram início no Seminário Municipal de Turismo, que ocorreu no último dia 12 de maio.

Museu Von Martius celebra bicentenário com programação cultural

O Museu Von Martius, localizado na sede guapiense do Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Parnaso), prepara uma extensa programação para celebrar os 200 anos da viagem do botânico e médico alemão Carl Friedrich Von Martius ao Brasil, na próxima sexta-feira (18/8).

Von Martius nasceu na Alemanha em 1794, e chegou ao Brasil em missão científica junto à comitiva da grã-duquesa Leopoldina, que veio para se casar com o príncipe Dom Pedro I. O cientista deixou uma grande contribuição ao país, ao catalogar a flora brasileira.

A antiga casa-sede da fazenda da Barreira, no Soberbo, onde Von Martius se hospedou, deu lugar ao museu que leva o seu nome. O trabalho desenvolvido no país durante sua estadia de três anos foi de tal relevância que no Brasil o Dia Nacional da Botânica é comemorado no dia 17 de abril, sua data de nascimento.

A entrada para participar da comemoração é gratuita.

Veja a programação completa:

09h – Início do evento

10h – Abertura
• Leandro Nascimento Goulart (Chefe do Parque Nacional da Serra dos Órgãos)
• Dr. Roberto Leher (Reitor da UFRJ)
• Zelito Tringuelê (Prefeito de Guapimirim)
• Irineusa de Oliveira Santos (Arq. Parnaso)

10h30 – Dr. Breno Herrera – Tema: Parque Nacional da Serra dos Órgãos

10h45 – Dr. João Henrique – Tema: História do Império

11h – Escola de Música da UFRJ: Magda Belloti (canto), Graça Alan e Guilherme Nishijima (violões e cordas), Raphael Santos (violão 7 cordas) e Daniel Haddad (Bandolim)

12h – Lundu – Carl Friedrich Philipp von Martius
(Lundu instrumental recolhido por von Martius em sua viagem ao Brasil entre 1817 e 1820, publicado como anexo do livro “Viagem pelo Brasil”, de Spix e Martius. É o registro musical mais antigo que se conhece do lundu).
Viola quebrada – Harmonizado por Villa Lobos
Modinha (Letra de Manduca Piá-Rio 1926) – H. Villa Lobos
Lundu da Marqueza de Santos (Nº 2 letra de Viriato Corrêa) – H. Villa Lobos
Gaúcho (cá e lá o corta-jaca e Ô abre alas) – Chiquinha Gonzaga
Noites Cariocas – Jacob do Bandolim
Tico-tico no fubá – Zequinha de Abreu
Canto de Ossanha e Berimbau – Baden Powell

14h – Apresentação do Coral com regência do maestro Mario Assef

15h – Rodas de Conversa
Irineusa de Oliveira Santos – Tema: Von Martius e seu legado
Elizabeth Bravo – Tema: PARNASO
Leandro Goulart e Leonardo Martins – Tema: Projeto Caminhos da Serra do Mar
Daniel Luz – Tema: Aprisionamento de animais silvestres
D. Glória – Artesanato com reaproveitamento de material

Atividades que acontecerão simultaneamente:

• Exposição da artista plástica Fabiana Kaled (durante todo o evento)
• Workshops de pintura e paisagismo – Escola Brasileira de Artes (durante todo o evento)

 

Pronatec Voluntário está com inscrições abertas para cursos

O Pronatec Voluntário (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego), do Ministério da Educação (MEC), está com inscrições abertas para cursos de educação à distância (EAD) até o próximo dia 18 de agosto (sexta-feira).

Para participar, é preciso ter no mínimo 15 anos. As inscrições poderão ser feitas gratuitamente nas secretarias municipais de Indústria, Comércio, Trabalho e Renda e de Turismo. Estas duas ficam no prédio da antiga Faetec, na Estrada da Caneca Fina, nº 39, no Iconha.

Há vagas para cursos de inglês básico, editor de vídeo, fotógrafo, ilustrador, editor de projeto visual gráfico, assistente administrativo, recepcionista, entre outros.