Escola Municipal Acácia Leitão Portela lança projeto Escola Sustentável – o Guapi que eu vivo

Primeira fase do programa atendeu professores da rede municipal de ensino

A Escola Municipal Acácia Leitão Portela, localizada em Parada Modelo, apresentou, nesta terça-feira (12/09), o projeto Escola Sustentável – o Guapi que eu vivo, cujo objetivo é promover sustentabilidade socioambiental através da capacitação de profissionais da educação e alunos do município. O projeto é agraciado pelo Programa Escola Sustentável, do Ministério da Educação.

A secretária de Educação, Cecília Pais, prestigiou o evento e ressaltou a importância de projetos como o Escola Sustentável. “É uma ferramenta pedagógica que tem como objetivo transformar a escola em um espaço sustentável, tratando não apenas de questões ambientais, mas também de inclusão, promoção de valores e direitos humanos”, destacou.

De acordo com a diretora da E. M. Acácia Leitão Portela, Rosimere Guimarães, dentro das unidades escolares há uma grande necessidade de aprender e ensinar sobre reaproveitamento. “É muito importante que os alunos e os professores tenham essa responsabilidade de reaproveitar as coisas que usamos todos os dias. Nossa escola é a maior do município e buscamos, através desse projeto, ser multiplicadores dessa ideia para as outras unidades”, disse.

A primeira fase do projeto foi a capacitação dos profissionais da Educação com relação ao sentimento de pertencer a cidade. Para isso, foram realizadas, no auditório da escola, duas palestras para abrir o programa. A primeira foi conduzida pelo jornalista e mestrando em Turismo, Rafael Coelho, ex-aluno da rede pública de ensino de Guapimirim, cujo tema abordou a temática do turismo sustentável como diferencial para o crescimento do município.

A segunda palestra foi ministrada pelo subsecretário de Agricultura, Urias Fernandes, que falou sobre produção agropecuária. “Um dos setores que devem ser restaurados dentro do município é o agronegócio, desenvolvendo questões de sustentabilidade através de técnicas e incentivos. Atualmente, o desenvolvimento de um município está diretamente ligado às práticas sustentáveis e a conscientização da população com relação a essas ações”, concluiu.

A segunda parte do projeto Escola Sustentável será capacitar os alunos da E. M. Acácia Leitão Portela através da criação de uma horta orgânica, oficinas com reutilização de materiais sustentáveis, gincanas com a mesma temática e passeios turísticos pela cidade. “Os alunos ficam empolgados com as atividades fora de sala de aula e, com isso, conseguimos agregar valor à toda a programação proposta dentro do projeto Escola Sustentável”, finalizou a coordenadora pedagógica, Sandra Ferreira de Almeida.

Oficina literária reúne cerca de 300 pessoas na Praça Paulo Terra

Oficina literária reúne cerca de 300 pessoas na Praça Paulo Terra

Branca de Neve, Chapeuzinho Vermelho, a Bela (de A Bela e a Fera) e outros personagens da literatura infantil estiveram na Praça Paulo Terra, no Centro, nesta sexta-feira (1/9) na oficina ‘A Educação Infantil encantando Guapimirim através da Literatura’. O evento foi promovido pela Secretaria Municipal de Educação, com o apoio de várias escolas e creches, e reuniu cerca de 300 pessoas, mesmo sob a chuva que caía durante toda esta manhã.

Personagens da História como Dom Pedro I e a Princesa Leopoldina também compareceram à festividade. O público presente conheceu um pouco da história de Zacimba Gaba, princesa africana que se tornou escrava no Brasil. O enredo foi contado por alunos da rede municipal de educação durante atração teatral, mas com uma mensagem positiva no final de que cada um é dono de seu próprio caminho e de suas escolhas. Houve também contação de estórias, espaço de leitura e muitas brincadeiras.

O prefeito Zelito Tringuelê e a secretária Municipal de Educação, Cecília Pais, estiveram presentes e destacaram os esforços que o governo tem feito para melhorar a qualidade da educação e falaram sobre a melhora na qualidade da merenda escolar.

“É contagiante chegar aqui e ver a energia de vocês. Aproveito a ocasião para parabenizar pela dedicação e ao empenho de vocês. Eu não tenho dúvida, secretária, que daqui a alguns meses, assim como a saúde de Guapimirim está sendo uma referência, que a educação também vai servir como referência”, comentou Zelito Tringuelê.

“Gostaria de agradecer em especial aos pais e responsáveis de nossas crianças por marcarem presença nessa culminância, foi muito bom vê-los aqui. A escola não faz nada sozinha. Por isso, é essencial a participação constante de todos. O meu muito obrigada também aos professoras das creches e das escolas que não pouparam esforços, mesmo com esse tempo chuvoso (…); quero dizer que a educação em Guapimirim encanta o meu coração, e eu tenho certeza que o do prefeito também. Fico muito feliz e satisfeita que todos estão aqui participando com muita vontade e muito carinho (…)”, agradeceu Cecília Pais.

Secretaria de Educação promove projeto para crianças com deficiência

A Secretaria Municipal de Educação por meio da Coordenação de Educação Especial/Inclusiva e coordenação de Sala de Leitura promoveu de 21 a 28 de agosto o projeto ‘Semana das Deficiências: respeito às diferenças’, cujo objetivo foi conscientizar os alunos o respeito ao próximo, independente de suas limitações. Os eventos fizeram parte da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência. A Secretaria Municipal de Educação por meio da Coordenação de Educação Especial/Inclusiva e coordenação de Sala de Leitura promoveu de 21 a 28 de agosto o projeto ‘Semana das Deficiências: respeito às diferenças’, cujo objetivo foi conscientizar os alunos o respeito ao próximo, independente de suas limitações. Os eventos fizeram parte da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência.

“A qualidade da educação precisa estar atrelada ao respeito ao próximo, bem-estar coletivo e à consciência social. Como educadora, mãe e secretária, já que nossos alunos são como nossos filhos, buscamos conscientizá-los a respeitar as pessoas com deficiência, a vê-las como vem as demais, sem nenhum tipo de preconceito. Queremos mostrar que os estudantes com deficiência superam diariamente as próprias dificuldades e limitações, que elas têm sonhos e são capazes de nos surpreender com talento, inteligência e força de vontade. Eu até me emociono quando começo a falar disso”, expressou a secretária Municipal de Educação, Cecília Pais.

Leitura e entretenimento na Praça Paulo Terra

A Praça Paulo Terra definitivamente se tornou um espaço de empreendimento e de entretenimento para a população. Eventos de várias modalidades têm ocorrido desde os primeiros meses de 2017. Na próxima sexta-feira (1/9), das 9h às 14h, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Educação, estará promovendo o projeto ‘Educação Infantil: Encantando Guapimirim através da Literatura’. O evento é gratuito e aberto ao público.

Haverá diversas atrações voltadas para o público infantil, tais como: oficinas de contação de histórias, dramatização de estórias clássicas e de fábulas, músicas, a participação da escritora Ana Maria de Andrade e muito mais.

“Tudo isso que estamos fazendo é em prol de nossas crianças. Os livros e os contos são janelas para o mundo. Afinal, como educadores sabemos que a leitura literária é a mais importante ferramenta para a formação de uma sociedade melhor: sensível, consciente e solidária”, destacou a secretária Municipal de Educação, Cecília Pais.

Diretores escolares participam de palestra motivacional

Todo diretor escolar é um gestor, e precisa ser também um empreendedor. Gestor, porque conduz sua equipe em sua unidade educacional, e empreendedor, porque o ensino precisa ser visto e pensado com um olhar para o futuro, para a formação dos estudantes antes os aspectos contemporâneos. Com base nesses pontos de vista, aconteceu nessa sexta-feira (25/8) uma palestra com os 33 diretores das escolas e creches municipais, organizada pela Secretaria Municipal de Educação, por meio da coordenadora pedagógica Sandra Izidoro. O tema foi “O olhar do gestor na atualidade” e contou com a presença da palestrante Cláudia Reis e da secretária Municipal de Educação, Cecília Pais.

Foi um encontro motivacional cujo intuito era promover uma reflexão e o diálogo sobre o olhar do gestor na atualidade. Se tem algo que a atual administração municipal tem feito é investir bastante em palestras, seminários, encontros pedagógicos e capacitações profissionais, com o objetivo de preparar melhor seu corpo docente a proporcionar um ensino de melhor qualidade e cada vez mais humanizado aos alunos.

Na ocasião, a secretária Cecília Pais falou sobre os desafios da educação na atualidade e destacou que “a escola é nossa segunda casa” e que não é apenas o estudante que aprende com o professor. Ocorre o contrário também.

Diretores e orientadores participam de Encontro Pedagógico

A Secretaria Municipal de Educação realizou ontem (17/08), o Encontro Pedagógico Integrado de Diretores e Orientadores., que reuniu cerca de 60 profissionais que atuam do 1º ao 5º ano de escolaridade.

Durante o evento, o Coordenador dos Anos Iniciais, Waldemir Souza, falou sobre a importância da Meta 5 do Plano Nacional de Educação, que estipula o ano 2024 como prazo máximo para alfabetizar todos os alunos até o 3º ano dos anos iniciais. “O nosso compromisso é atingir a meta 5, alfabetizando na medida do possível todos os alunos na idade certa. E que todos os profissionais possam estar compenetrados em prol desse desafio”, afirmou.

Os palestrantes também falaram sobre práticas pedagógicas e sobre o Projeto Jogos Pedagógicos. “É muito importante que a gente consiga levar para os alunos essa vivência cotidiana e a troca de experiências entre alunos de turmas diferentes, durante as atividades dos Jogos Pedagógicos as crianças ficaram muito empolgadas e isso é maravilhoso!”, afirmou a Orientadora Pedagógica, Elaine Silva.

No local foram expostos alguns trabalhos realizados nos Jogos Pedagógicos pelos professores e alunos da Escola Municipal Silva Crespo e da Escola Municipal Tuffy Nicolau Habib. O encontrou também contou com a participação da Professora Ariana, que cantou algumas músicas relacionadas ao tema.

Atenção e carinho com a merenda escolar

A Secretaria de Educação, através do Setor de Nutrição, promoveu ontem (25/07), um curso de capacitação para manipuladores de alimentos das escolas do município.  A capacitação contou com a participação de cerca de 150 pessoas, entre merendeiras e auxiliares de cozinha, além de nutricionistas, supervisoras de merenda, diretores, o presidente do Conselho de Alimentação Escolar (CAE) e representantes da vigilância sanitária.

A capacitação teve como objetivo qualificar estes profissionais para preparar e servir adequadamente, além de reforçar como se deve receber, preparar, armazenar e servir de maneira higiênica, segura e saudável.

A Secretária de Educação, Cecília Pais, lembrou que em um passado recente, os alunos não tinham alimentação de qualidade nas escolas e afirmou que “nosso governo está investindo muito na alimentação dos alunos, mesmo com a crise financeira que a Prefeitura atravessa. Nossa prioridade é sempre o bem estar e a saúde dos nossos alunos”.

Ao final o evento foi aberto para perguntas dos participantes, que assistiram a um vídeo com uma homenagem para eles e receberam um certificado e uniformes novos.

Guapimirim é medalha de ouro no jiu-jitsu

O jovem Edwardo Martins, de 12 anos, morador de Parada Modelo, foi campeão mundial de jiu-jitsu na categoria peso pena no último sábado (15/07). Lutador há dois anos, ele já acumula 21 medalhas, sendo 17 de ouro.

No início do ano, Edwardo sofreu uma lesão no joelho durante uma luta, o trauma foi tratado com a ajuda do pai e preparador físico, Erivelto Martins, durante as aulas de natação oferecidas pela Secretaria Municipal de Esportes e Lazer que acontecem semanalmente no Espaço Granlem, em Quinta Mariana. “Sempre há a preocupação de uma nova lesão, mas acredito muito na capacidade e na índole dele enquanto lutador”, afirmou Erivelto Martins.

“Estou muito feliz com a minha vitória, meu sonho agora é participar do próximo mundial que vai ser ano que vem, em Dubai. Pra isso preciso treinar mais e também conseguir patrocínio”, disse Edwardo Martins.

Sonho realizado: EJA forma novos alunos

A noite dessa terça-feira (18/7) foi de comemoração. Sonho realizado e mais uma etapa da vida foi vencida. Aconteceu a cerimônia de formatura dos alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA), na Escola Municipal Acácia Leitão Portela, em Parada Modelo.

Ao todo foram 153 estudantes formados de três escolas da rede municipal de ensino: Acácia Leitão Portela, Maximino José Pacheco e Fazenda Sernambetiba. Cerca de 300 pessoas assistiram à cerimônia.

“Estou muito alegre, porque está completando mais um ano hoje. Não tive oportunidade de estudar quando era criança, mas graças a Deus estou terminando meus estudos. Estou muito feliz, e pretendo continuar”, falou a estudante Altineia Falcão, de 51 anos, da Escola Municipal Maximino José Pacheco.

“Estou muito feliz de completar mais um ano, primeira vez formada, e agradeço a Deus. Estou muito feliz e alegre”, contou a estudante Emanuele Viana, de 16 anos, da Escola Municipal Maximino José Pacheco.

“Não tenho muito o que dizer, apenas parabenizar. Somos bravos, somos fortes, porque conseguimos chegar a essa etapa. O sonho de vocês [alunos] não termina aqui. Que vocês façam uma faculdade, o que for de melhor para cada um (…); tenho certeza que cada pai, cada mãe, irmão, cada um que está aqui hoje, seus professores, todos estão orgulhosos de vocês. Quero que me digam: ‘valeu a pena?’”, comentou a secretária Municipal de Educação, Cecília Pais.

“Hoje é um dia de alegria, de comemoração, um dia muito especial, por ser o dia da formação dos alunos da Educação de Jovens e Adultos. Às vezes, a gente pensa que a nossa oportunidade já passou. Daí, vem a perseverança. Nem sempre conseguimos fazer o que gostaríamos, mas para quem tem perseverança sempre haverá uma oportunidade. Eu tive a alegria de conhecer um pastor que até os 36 anos de idade ele era completamente analfabeto. Aí, ele aproveitou uma oportunidade da EJA, fez o Ensino Fundamental e o Ensino Médio, depois se formou em Teologia. Hoje com 68 anos faz pós-graduação. Isso é muito bonito!”, expressou o vice-prefeito e secretário da Casa Civil, Pastor Ricardo.

“Parabéns aos alunos, aos professores. O que eu posso dizer é que não desistam de si mesmos. Seus professores não tratam vocês como professores, e sim como filhos. Eles têm um carinho e uma dedicação muito grande com os alunos. Para o segundo semestre de 2017 tivemos um aumento nas inscrições da EJA em relação ao primeiro semestre. Tenho certeza que muitas outras pessoas estão vendo o sucesso de vocês e decidiram correr atrás de seus sonhos também”, manifestou o prefeito Zelito Tringuelê.

‘No ônibus escolar transportamos sonhos, esperança e futuro’

Por volta das 12h30 do dia 26 de junho , Thamires Saldanha, de 12 anos, aluna da Escola Municipal Maximino José Pacheco, no Centro de Guapimirim, entra no ônibus escolar, na volta do colégio para casa, cumprimenta a monitora Thaynara Menezes e o motorista Rontineli Braz, mais conhecido como ‘Tineli’, e vai para o seu lugar. Outros estudantes também saúdam com um aperto de mão, um bom dia ou boa tarde. Essas demonstrações de carinho e de cordialidade são indicativos de que a criançada gosta dos profissionais e do serviço prestado.

Recentemente, a equipe jornalística da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Guapimirim foi conhecer o funcionamento dos ônibus escolares. O serviço é oferecido diariamente aos estudantes da rede municipal de Educação que dependem do transporte por estudarem longe de casa. Ao todo são cerca de mil usuários do transporte escolar em sete ônibus e três vans.

“É muita responsabilidade levar essas crianças para o colégio, mas também é gratificante. Veja o sorriso no rosto delas e como estão felizes”, comentou o motorista Rontineli.

A dona Raunira, mãe da estudante Ariana, de 7 anos, elogiou bastante o serviço prestado pela Prefeitura de Guapimirim, disse que gosta muito e agradeceu ao prefeito por isso.

“Nós, do setor de Transporte, somos uma equipe muito unida, estamos sempre buscando atender à população. Priorizamos a segurança das crianças, gostamos de cantar com elas as músicas das escolas, queremos ser amigos delas, que elas conversem conosco e se sintam à vontade. Eu amo trabalhar com crianças, é prazeroso! Já trabalho com elas há 4 anos na creche. Esse ano me colocaram no Transporte, fui muito bem recebida pela equipe, pelo ‘Seu João’, o coordenador. Ele nos pergunta se está tudo bem, porque se acontecer qualquer coisa com elas, ele vai na casa das crianças para conversar com os responsáveis, e os pais sentem muita segurança. Nós também temos uma relação de confiança muito boa com os pais”, relatou a monitora Thaynara Menezes.

Os monitores e condutores conhecem as crianças por nome, sabem onde cada uma estuda e mora. Na volta para a casa, uma professora avisa que determinada turma não teria aula, devido a uma reunião pedagógica. E na contagem, o motorista pergunta se determinado aluno já subiu no veículo, por não tê-lo visto. O cuidado que esses profissionais têm com cada um desses jovens só pode ser comparado ao de pais com os filhos. É muito mais do que uma simples prestação de serviço. São como uma segunda família.

“Hoje contamos com uma equipe de trabalho altamente qualificada, motoristas com treinamento frequente, monitoras altamente estruturadas e com carinho especial com nossas crianças e uma frota de veículos com manutenção frequente”, contou o coordenador Escolar, João Carlos, conhecido na Prefeitura como ‘Seu João’. Ele informou que antigamente o serviço funcionava alguns dias sim, outros não, por conta da falta de combustível, mas que agora funciona diariamente.

O coordenador também disse que o prefeito Zelito Tringuelê vai frequentemente à sua sala para saber se está tudo ‘ok’ com o transporte escolar, se não está faltando nada para as crianças.

“Transportar crianças é uma responsabilidade imensa, e para fazer isso é preciso muito cuidado, respeito e dedicação. Estamos levando e buscando os filhos de muitas mães, enquanto elas trabalham. Elas nos confiam seu bem mais precioso, por isso eu digo que transportamos sonhos, esperança e o futuro. Estamos formando futuros médicos, advogados, doutores, professores, engenheiros, estamos preparando o amanhã para as próximas gerações, afinal de contas, transportar alunos é parte da melhoria da qualidade da educação”, declarou Zelito Tringuelê.