Prefeitura e Polícia Ambiental realizam nova soltura de pássaros

A Secretaria Municipal de Ambiente em conjunto com a Unidade de Policiamento Ambiental (UPAM), realizaram na última segunda-feira (24/07), mais uma soltura de pássaros silvestres, entre eles: tico ticos, coleiros, pixanxão e trinca ferros. Os animais foram soltos após avaliação da veterinária responsável.

“É muito importante essa união entre os órgãos, quem ganha com isso é o meio ambiente e consequentemente a população de Guapimirim. Temos como finalidade apenas a preservação ambiental e da fauna típica de mata atlântica”, afirma o Secretário de Ambiente, Pierre Dutra.

Para denúncias ambientais entre em contato com a Secretaria Municipal de Ambiente: 2632-2252.

Prefeitura recolhe 17 toneladas de pneus velhos

A Prefeitura de Guapimirim, por meio da Secretaria Municipal do Ambiente, recolheu mais 17 toneladas de pneus velhos. O material será doado à empresa Reciclanip, para reciclagem, trituração e finalmente transformados em solas de sapatos, tapetes para carros, pisos e asfalto de borracha.

“Além de promovermos uma atividade de preservação ambiental e de sustentabilidade, ajudamos a combater o mosquito transmissor da dengue. Em Guapimirim não deixamos que pneus velhos virem criadouros de insetos. Buscamos transformar o lixo em luxo”, comentou o secretário municipal do Ambiente, Pierre Dutra.

Além de recolhê-los, a Secretaria Municipal do Ambiente disponibiliza um ponto de coleta de pneus velhos em sua sede, na Estrada do Bananal, nº 1.919 – bairro Bananal.

A título de curiosidade, em janeiro passado, em apenas 26 dias de governo, a prefeitura recolheu seis toneladas de pneus velhos. Esse tipo de medida contribui para o ICMS Verde, um incentivo financeiro concedido a municípios que investem em preservação ambiental.

Secretaria do Ambiente entrega doações da Corrida Rústica ao Guapi Solidário

A Secretaria municipal do Ambiente entregou nessa terça-feira (20/6), cerca de 250 quilos de alimentos não perecíveis à Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos. Os alimentos foram arrecadados durante a inscrição para a Corrida Rústica, que aconteceu no último dia 9 de junho, durante a celebração da Semana do Meio Ambiente. Os mesmos serão destinados a famílias carentes e entidades beneficentes por meio do programa Guapi Solidário.

“Essa parceria entre as duas secretarias é muito importante e quem ganha com isso é a população. Conseguimos unir conscientização ambiental com solidariedade. Muitas outras parcerias como essa ainda virão”, expressou o secretário municipal do Ambiente, Pierre Dutra.

“Sou muito grata a vocês [Pierre Dutra e ao coordenador ambiental, Alexandre Donato] pelo que estão fazendo pelas famílias carentes e por estarem ajudando o nosso trabalho”, agradeceu a secretária municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, Paula Machado.

Desde o início do ano, a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos tem desenvolvido projetos e programas que visam diminuir as desigualdades sociais no município.

Corrida rústica atrai centenas de corredores em Guapimirim

A professora de Educação Física Fernanda, moradora do bairro Limoeiro, em Guapimirim, é a campeã feminina da Corrida Rústica que aconteceu na manhã deste domingo (11/6) com ponto de concentração na Praça da Emancipação, no Centro. Na modalidade masculina o vencedor foi o terceiro sargento da Marinha Lúcio Mauro, morador de Magé. O evento foi organizado pela Prefeitura de Guapimirim, por meio da Secretaria Municipal do Ambiente.

“Participar da corrida da semana do meio ambiente é bastante satisfatório, pois é uma causa muito nobre que nós moradores de Guapimirim temos de estar comprometidos. Estou muito satisfeita pela participação e pela vitória”, comentou Fernanda.

“Gostaria de agradecer a oportunidade de prestigiar o evento da Prefeitura de Guapi, e dizer que é uma satisfação fazer parte do evento no qual o objetivo é incentivar a população a se conscientizar na limpeza, manutenção e no cultivo de árvores e da qualidade de vida do meio ambiente (…); a Prefeitura de Guapimirim está de parabéns por este trabalho e este evento (…)”, felicitou Lúcio Mauro.

O vencedor em cada gênero ganhou uma bicicleta; o segundo lugar, um microondas; e o terceiro colocado, um liquidificador.

Na corrida feminina o segundo e o terceiro lugar ficaram para as competidoras Alessandra, moradoras de Itaboraí e Magé, respectivamente. No lado masculino, o segundo colocado é José Luiz, de Guapimirim, e o terceiro, Márcio, de Itaboraí.

“A presença de competidores de fora de Guapi mostra que o município está ganhando visibilidade, sendo conhecido por boas práticas esportivas e ambientais”, opinou o prefeito de Guapimirim, Zelito Tringuelê. Ele agradeceu aos patrocinadores e colaboradores, tais como a ONG Gente, as empresas Fontes da Serra, Guapi Papéis, Josenei Auto Peças, Serrana e Speed Mag.

Mais de 100 pessoas se inscreveram. Entre os competidores valem destacar os subsecretários de Agricultura, Pecuária e Pesca, Urias Fernandes; e de Esportes e Lazer, Flávio Cadena; o subcontrolador municipal, Vinícius Correia; os vereadores César do Modelo e Rosalvo Filho, além do gerente da Fontes da Serra, Marcos Costa. O vereador de Cachoeiras de Macacu Cristiano Delgado veio a Guapimirim para prestigiar o evento.

O secretário municipal do Ambiente, Pierre Dutra, e o coordenador Alexandre Donato, responsáveis pelos festejos da Semana do Meio Ambiente, agradeceram a participação dos colaboradores e a adesão popular, e destacaram que é possível conciliar o respeito ao meio ambiente a práticas esportivas.

Guapimirim realiza feira do meio ambiente

A Prefeitura de Guapimirim, por meio da Secretaria Municipal do Ambiente, realizou uma grande feira, nessa sexta-feira (9/6), em celebração à Semana do Meio Ambiente, na Praça Paulo Terra, no Centro de Guapimirim. O objetivo do evento foi conscientizar a população a preservar a natureza com ações sustentáveis.

Na ocasião, o prefeito Zelito Tringuelê plantou um pé de jequitibá e o nomeou de Robinho Matruco. Essa foi a forma que encontrou para homenagear o amigo que faleceu no ano passado.

“Meu amigo continuará conosco tanto em pensamento quanto nesta árvore nativa de nossa região. O Robinho sempre sonhou com dias melhores para Guapi”, comentou Zelito Tringuelê.

Animais como araras, macaco-prego e uma cobra fizeram parte da exposição.

A ONG Gente, por meio do ativista Saulo Freitas, fez um protesto contra a caça e a criação ilegal de animais silvestres. Ele ficou dentro de uma gaiola. A entidade tem colaborado com ações sustentáveis, recreativas e culturais nos últimos meses.

Houve exposição de alimentos orgânicos sem uso de agrotóxico por parte de produtores rurais familiares, campanha contra o tabagismo e a vacinação contra a gripe e a febre amarela. Estudantes da rede municipal de ensino apresentaram alguns dos trabalhos desenvolvidos em sala de aula, valendo destacar a produção de um jornal a partir de papel reciclado, cuja matéria prima é produzida por eles mesmos. A escritora Edilza Sousa Aguiar Vieira Prado lançou seu livro ‘Maquito Muriqui’, voltado para crianças entre 5 a 8 anos.

O Grupamento de Socorro Florestal e Meio Ambiente do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro (GSFMA) e a Guarda Parques do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) expuseram os equipamentos utilizados no combate a incêndios florestais.

A concessionária de águas Fontes da Serra apresentou uma maquete de seu sistema de coleta e distribuição de água no município de Guapimirim.

A cooperativa Nascente Pequena apresentou o incrível trabalho artesanal produzido a partir do lixo, entre eles a produção de bolsas a partir de lonas.

Faxina ecológica tem mobilização popular

Aconteceu nessa quarta-feira (7/6) a faxina ecológica no Soberbo. A ação foi uma mobilização popular que contou com a participação de servidores da administração municipal, integrantes da ONG Gente e moradores de Guapimirim.

Foram recolhidas garrafas pet, latinhas de cerveja e refrigerante, sacolas plásticas, pedaços de vigas de ferro e partes de um guarda-roupa. O vice-prefeito e secretário da Casa Civil, Pastor Ricardo, esteve no local e criticou o desrespeito ao meio ambiente e aos banhistas por parte dos poluidores.

O presidente da ONG Gente, André Ramos, participou da mobilização e destacou a importância de apoiar a faxina ecológica. A entidade tem sido uma grande parceira da população guapiense, ao participar e/ou promover ações sustentáveis, recreativas e culturais.

“O nosso foco é fomentar o voluntariado dentro da cidade, porque o poder público não consegue trabalhar sozinho. Viemos para implantar ao jovem o pensamento do que eu posso fornecer para a minha cidade?, no que eu posso ajudar a minha cidade?, em vez de ficar simplesmente cobrando a minha cidade, cobrando por que alguém não fez, cobrando por que uma autoridade não fez”, comentou André Ramos.

Marcaram presença os secretários do Ambiente, Pierre Dutra; Esportes e Lazer, Nielsen Krizek; Saúde, Marco Appolinario; Indústria, Comércio Trabalho e Renda, Leo Cerqueira; Turismo, Humberto Costa; o subsecretário de Turismo, Maurício Almeida; e o coordenador ambiental Alexandre Donato.

Também acontece simultaneamente a coleta de lixo eletrônico (pilhas e baterias) na sede da Prefeitura e na Secretaria Municipal do Ambiente.

Semana do Meio Ambiente tem soltura de pássaros e eventos para crianças

Sete pássaros (seis coleiros e um canário da terra) foram libertados do cativeiro pela Guarda Ambiental da Secretaria Municipal de Ambiente no Parque de Exposições de Guapimirim, na tarde desta segunda-feira (5/6). A ação faz parte das atividades de celebração da Semana do Meio Ambiente. As aves tinham sido capturadas por caçadores e criadores.

Em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente nesta segunda-feira (5), a Prefeitura de Guapimirim promoveu pela manhã atividades voltadas a estudantes da rede municipal de educação na Vila Olímpia. Eles desenharam, fizeram artes em grafite e plantaram mudas de árvores nativas da região, tais como pau-brasil e ipê.

As artes em grafite foram feitas no muro do senhor Celso Sodré, do Bar 40 graus, e no portão da dona Sandra Veiga, com a permissão deles. A moradora se mostrou bastante contente e agradecida com o pedido feito pelos jovens para fazer o grafite.

Antes de continuar, é preciso deixar claro que grafite e pichação são coisas completamente distintas. O primeiro é arte, uma expressão de identidade social e cultural, enquanto o segundo, ato de vandalismo e de depredação do patrimônio.

“As ações desenvolvidas na Vila Olímpia com as crianças têm objetivo de promover a consciência ecológica e o respeito ao meio ambiente. Nada melhor do que fazer junto às nossas crianças, que são o futuro da nação”, comentou o secretário municipal de Ambiente, Pierre Dutra.

As atividades na Vila Olímpia também foram acompanhadas pelos secretários municipais de Educação, Cecília Pais, e de Esportes e Lazer, Nielsen Krizek, além de agentes do Setor Fitossanitário e da Guarda Ambiental de Guapimirim.

Você já conhece o projeto Adote uma Árvore?

Olá, guapiense,

Você já conhece o projeto Adote uma Árvore? O mesmo começou a ser implantado neste início de 2017 pela Prefeitura de Guapimirim, por meio da Secretaria Municipal do Ambiente (SEMA), e é muito simples. O morador que desejar obter uma muda de planta, para colocá-la na residência ou em outro local, poderá solicitá-la gratuitamente junto ao Setor Fitossanitário da secretaria, pelo telefone (21) 2632-2252 ou diretamente na Estrada do Bananal, 1.919, Bananal, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

O projeto busca o apoio da comunidade para proporcionar educação ambiental e promover políticas públicas de preservação da natureza. O morador adotará a planta e será responsável por cuidar dela.

As mudas obtidas pela SEMA não geram nenhum custo para a administração municipal, que as recebe por meio de compensações ambientais destinadas aos municípios que investem em preservação ambiental e práticas sustentáveis. Guapimirim é uma cidade privilegiada pela natureza e busca ser uma referência ecológica no país.

O plantio de mudas teve como ponto de partida a praça no Vale do Jequitibá, em outubro do ano passado, por conta da carência de árvores no bairro. Uma segunda etapa aconteceu em dezembro do mesmo ano e a terceira, durante o carnaval de 2017. No entanto, a ação iniciada em 2016 não tinha como foco a participação popular, mas agora tem por meio do projeto Adote uma Árvore.

A princípio o morador só ganharia uma muda para plantar na residência mediante o compromisso de fazer o mesmo em área pública como praças e calçadas. No entanto, a SEMA decidiu suspender essa obrigatoriedade, a fim de gerar maior participação dos guapienses.

No último dia 21 de abril, as equipes do Esporte Clube Central e do Rotary Club realizaram a arborização de mudas de Ipê e Pau-Brasil na praça do Vale do Jequitibá e em ruas próximas, ao repor as que estavam quebradas e colaborando com a prefeitura.

Participe, adote uma árvore!

Primeiro Simpósio das Águas de Guapimirim

Em comemoração ao Dia Mundial da Água, a Secretaria Municipal do Ambiente realizou ontem (22/03), o primeiro Simpósio das Águas de Guapimirim. O evento que teve como objetivo o uso consciente da água, ofereceu palestras sobre outorga, reuso da água e educação ambiental e sua vertentes.

Durante as palestras, foram feitas reflexões sobre o aquecimento global e a necessidade da reeducação ambiental. Além da apresentação das várias maneiras de utilização da água da chuva e reuso consciente. “Nada melhor que o dia de hoje para incentivarmos não só os jovens, mas todos a perservarem a água”, afirmou Pierre Dutra, secretário do ambiente.

A água é bem e direito de todo cidadão, mas também é nosso dever usá-la de maneira consciente. Preserve!

Prefeitura liberta pássaros criados ilegalmente em Parque Santa Eugênia

A prefeitura de Guapimirim resgatou nove pássaros que estavam sendo criados ilegalmente em uma residência no bairro Parque Santa Eugênia. Além dos maus tratos, a suspeita é que alguns deles foram caçados de forma predatória. Após a apreensão, os animais foram encaminhados à Área de Proteção Ambiental de Guapimirim (APA) e ao Parque Nacional Serra dos Órgãos (Parnaso) para análise e soltura.
Entre os animais estavam três coleirinhos (Papa-Capim), dois sabiás laranjeira, dois canários da terra e um pixoxó. Além disso, nove gaiolas e 3 alçapões, usados na captura dos pássaros foram apreendidos.
Segundo o secretário municipal de Meio Ambiente, Pierre Dutra, a defesa civil recebeu, na quinta-feira (19), uma denúncia anônima de extração mineral na região. No local não foi constatada a informação, pois se tratava apenas de um deslizamento de terra que obstruiu a passagem dos moradores daquele bairro. Entretanto, os agentes identificaram uma residência com pássaros sem a devida documentação.
A Guarda Ambiental solicitou então a presença dos Fiscais Ambientais que, após confirmarem as irregularidades, procederam a apreensão.