O óleo de cozinha que você joga fora pode virar o produto de limpeza da sua casa

Secretaria Municipal do Ambiente promove mais uma etapa da campanha de arrecadação de óleo de cozinha usado

Você sabia que o óleo de cozinha que você joga fora pode ser trocado por produtos de limpeza para a sua casa??? Sim, em Guapimirim isso é possível. A Secretaria Municipal do Ambiente promove uma campanha de recolhimento de óleo de cozinha usado. O material a ser descartado pode ser colocado em garrafas pet.

Veja o que você pode trocar*:

  • 2 litros de óleo: um detergente de louça ou sabão em barra.
  • 4 litros de óleo: um desinfetante ou um multiuso.
  • 6 litros de óleo: um sabão em pó ou sabão em pasta.

* O produto a ser trocado dependerá da disponibilidade em estoque.

O material pode ser entregue na Secretaria Municipal do Ambiente, na Estrada do Bananal, nº 1.919, no bairro Bananal. Acima de 20 litros, pode-se solicitar o recolhimento domiciliar.

A Secretaria Municipal do Ambiente está agendando para o dia 27 de outubro, a última sexta-feira do mês, a próxima coleta domiciliar. Para agendar a retirada de mais de 20 litros de óleo, entre em contato com a Equipe Técnica de Educação Ambiental no e-mail educacaoambiental@guapimirim.rj.gov.br.

Todo o óleo de cozinha coletado é destinado a uma empresa parceira, que o transformará em produtos que você usa na sua casa, como detergente ou sabão em pasta, por exemplo.

“Se tem uma coisa que nunca sai de moda é ser sustentável e ter consciência ecológica. Esta campanha une o útil ao agradável: a pessoa, além de ajudar a preservar o meio ambiente desse tipo de contaminação, ainda pode economizar no bolso. A Secretaria Municipal do Ambiente recomenda nunca jogar óleo vegetal em ralos de pia, tanques, bueiros e em vias públicas”, orienta a técnica da Equipe de Educação Ambiental, Sandra Arruda.

“A Secretaria [Municipal] do Ambiente promove sustentabilidade por meio da reciclagem do óleo de cozinha usado. O lixo é transformado para minimizar os impactos negativos ao meio ambiente. E as pessoas que participam dessa campanha também promovem sustentabilidade e ajudam a reforçar o bom conceito que Guapimirim tem no que diz respeito à preservação ambiental.  Além disso, o recolhimento de óleo vegetal ajuda a aumentar a arrecadação do Município por meio do ICMS Ecológico”, sinalizou o secretário Municipal do Ambiente, Pierre Dutra.

“Guapimirim tem 79% de seu território em áreas de proteção ambiental (APAs). O verde de nossa cidade é o nosso principal postal, por isso temos que preservar ao máximo tanta riqueza e tantas belezas naturais. O descarte correto do óleo de cozinha é um dos meios de se fazer isso”, disse o prefeito Zelito Tringuelê.

Secretaria do Ambiente recolhe 700 quilos de resíduos eletrônicos

A Secretaria Municipal do Ambiente recolheu cerca de 700 quilos de resíduos eletrônicos, nesse sábado (30/9), na Praça da Emancipação, no Centro. Televisores, rádios, monitores, teclados, CPU, impressoras, telefones, pilhas e baterias estão entre os materiais recebidos.

“Para a gente, é bastante positivo esse quantitativo recolhido somente na Praça da Emancipação e em algumas horas, apesar da chuva deste sábado. Essa campanha de recolhimento de resíduos eletrônicos coloca Guapimirim na vanguarda de ações em prol do meio ambiente. O Município já promove o recolhimento de óleo de cozinha usado, que é destinado à reciclagem, e também de pneus velhos. De janeiro a junho deste ano, a Secretaria [Municipal] do Ambiente já recolheu mais de 23 toneladas de pneus velhos, que também serão reciclados. Além de promovermos ações de limpeza e de conscientização ambiental, combatemos o mosquito transmissor da dengue, já que os pneus com água parada servem como criadouros”, disse o secretário Municipal do Ambiente, Pierre Dutra.

“O programa de coleta passa a ser permanente a partir desse momento, onde a população poderá levar o seu resíduo eletrônico à Secretaria [Municipal] do Ambiente”, destacou o chefe de Gabinete da Secretaria Municipal do Ambiente, Alexandre Donato.

“Os munícipes que participaram do descarte dos eletrônicos estavam muito satisfeitos e apoiando a ação da Secretaria [Municipal] do Ambiente. Alguns pediam ação itinerante e outros a continuidade dessa coleta. É bom saber que estamos no caminho certo”, comentou a técnica da Equipe de Educação Ambiental, Sandra Arruda.

Resíduos eletrônicos, pneus velhos e óleo de cozinha usado poderão ser entregues na Secretaria Municipal do Ambiente, na Estrada do Bananal, nº 1.919, no bairro Bananal. Acima de 20 litros de óleo, é possível solicitar a coleta domiciliar.

A título de curiosidade, a secretaria também implementou este ano o projeto Adote uma Árvore. Os interessados em adquirir uma muda de árvore nativa da região para plantio, poderão recebê-la gratuitamente.

Guapimirim comemora Dia da Árvore com plantio e distribuição de mudas

Em comemoração ao Dia da Árvore, a Prefeitura de Guapimirim, através da parceria entre as secretarias de Ambiente e de Educação, está promovendo o plantio e a distribuição de cerca de 100 mudas de árvores em 10 escolas e creches do município. A primeira unidade educacional a receber a ação foi a Creche Municipal Professora Vânia Regina de Azevedo Dias, no Paiol, na manhã desta quinta-feira, 21 de setembro.

O secretário de Ambiente, Pierre Dutra, destacou a educação ambiental e conscientização como principais meios de preservação. “Neste dia, unimos meio ambiente e futuro do país, que são as nossas crianças. Todos os dias temos que promover a conscientização para a importância das árvores e da natureza. A doação das mudas de árvores faz com que as crianças levem para casa não só apenas uma planta, mas o sentimento de cuidado com a natureza”, disse o secretário, ressaltando a importância do projeto Adote uma Árvore, que essa semana completa mil mudas entregues à população.

Para a secretária de Educação, Cecília Pais, é fundamental a realização de atividades com foco no verde. “É um trabalho de conscientização com as nossas crianças, para que elas sejam o futuro do nosso município e possam administrar os recursos naturais de Guapimirim de forma consciente. Afinal temos mais de 70% de área verde.”, pontuou Cecília Pais.

A diretora da Creche Profª Vânia Regina, Vanessa Soares Pinto, falou sobre a atividade como complemento para o ensino na sala de aula. “Estamos trabalhando com as crianças sob o tema de proteção ao meio ambiente durante todo o ano letivo. Esse plantio é a culminância de um ano de conscientização”, falou a diretora, destacando que através do projeto da creche “Mudas para um Futuro Melhor”, cada criança da unidade irá levar para casa uma muda de pau-brasil. Ao total, serão doadas 200 mudas recebidas através de doações da Secretaria de Ambiente e parceiros privados.

Durante a ação, as crianças aprenderam mais um pouco sobre o tema ambiental e se divertiram. Os alunos do Maternal fizerem uma apresentação ressaltando a importância da natureza e depois plantaram um muda de pau-brasil no pátio da creche. Já os alunos do Pré I plantaram uma muda de Cambucá na Rua João Ferreira de Abreu, doada pela veterinária Drª Suzana Hees.

Projeto Adote uma Árvore

Idealizado pele setor fitossanitário da Secretaria de Ambiente, por meio de André Medas de Andrade e Reginaldo Caldeira, o projeto Adote uma Árvore visa fazer doações de mudas de árvores à população, de acordo com a necessidade do morador, como explicou André Medas. “Atendendo a demanda do prefeito Zelito Tringuelê de tornar o município ainda mais verde, temos trabalhado neste projeto buscando que cada morador adote uma árvore de sua preferência, seja frutífera ou apenas ornamental. Até o momento, alcançamos o número de mil árvores adotadas em todo o município”, concluiu André Medas, destacando que dentre as árvores doadas para as escolas e para os moradores estão pau-brasil, jabuticabeira, ipê amarelo, açaí, acerola, amora e pitanga.

As escolas e creches que participaram do projeto e receberam as mudas de árvores são: Creche Municipal Lenira Anacleto da Silva (Vale das Pedrinhas), Creche Municipal Vânia Regina de Azevedo Dias (Paiol), Escola Municipal Rural Celina Correa da Silva (Paraíso), Escola Municipal Prof. Fernando A. Figueiredo (Parada Ideal), Escola Municipal Profª. Ilza Junger Pacheco (Vale do Jequitibá), Escola Municipal Rui Barbosa (Quinta Mariana), Escola Municipal José Joaquim da Costa (Monte Olivete), Escola Municipal Tuffy Nicolau Habib (Parada Modelo), Escola Municipal Vila Olímpia (Vila Olímpia) e Escola Municipal Santa Eugênia (Parque Santa Eugênia).

Secretaria do Ambiente fará recolhimento de resíduos eletrônicos

A Secretaria Municipal do Ambiente fará o recolhimento de resíduos eletrônicos na Praça da Emancipação, no Centro, das 9h às 15h, do próximo dia 30 de setembro (sábado). Trata-se da campanha E-Lixo Zero, cujo intuito é promover conscientização ambiental e digital.

Poderão ser descartados: televisores, telefones celulares, pilhas, baterias, computadores, aparelhos de áudio e vídeo, máquinas fotográficas, rádios, entre outros equipamentos.

“Pretendemos desenvolver esse tipo de ação com maior frequência no município. Afinal de contas, Guapimirim é referência no que diz respeito ao meio ambiente. A Secretaria do Ambiente já promove outras políticas públicas como o recolhimento de óleo de cozinha usado e de pneus velhos. Todo esse material é destinado à reciclagem”, disse o secretário Municipal do Ambiente, Pierre Dutra.

“A importância do descarte correto dos resíduos eletrônicos é que chegando na origem, são separados conforme os componentes. Alguns vão para reciclagem e outros, mais perigosos ao meio ambiente, são descartados de forma correta. O lixo eletrônico costuma ter metais pesados. Em Guapimirim há muitos rios, curso d’água. Quando chove, esse tipo de lixo é levado pelas águas. O descarte adequado evita contaminação do solo e de águas superficiais e subterrâneas. Enviamos esses resíduos para uma empresa licenciada e que tem convênio com recicladoras para que façam o descarte correto”, explicou a técnica da equipe de Educação Ambiental, Sandra Arruda.

Prefeitura e Polícia Ambiental realizam nova soltura de pássaros

A Secretaria Municipal de Ambiente em conjunto com a Unidade de Policiamento Ambiental (UPAM), realizaram na última segunda-feira (24/07), mais uma soltura de pássaros silvestres, entre eles: tico ticos, coleiros, pixanxão e trinca ferros. Os animais foram soltos após avaliação da veterinária responsável.

“É muito importante essa união entre os órgãos, quem ganha com isso é o meio ambiente e consequentemente a população de Guapimirim. Temos como finalidade apenas a preservação ambiental e da fauna típica de mata atlântica”, afirma o Secretário de Ambiente, Pierre Dutra.

Para denúncias ambientais entre em contato com a Secretaria Municipal de Ambiente: 2632-2252.

Prefeitura recolhe 17 toneladas de pneus velhos

A Prefeitura de Guapimirim, por meio da Secretaria Municipal do Ambiente, recolheu mais 17 toneladas de pneus velhos. O material será doado à empresa Reciclanip, para reciclagem, trituração e finalmente transformados em solas de sapatos, tapetes para carros, pisos e asfalto de borracha.

“Além de promovermos uma atividade de preservação ambiental e de sustentabilidade, ajudamos a combater o mosquito transmissor da dengue. Em Guapimirim não deixamos que pneus velhos virem criadouros de insetos. Buscamos transformar o lixo em luxo”, comentou o secretário municipal do Ambiente, Pierre Dutra.

Além de recolhê-los, a Secretaria Municipal do Ambiente disponibiliza um ponto de coleta de pneus velhos em sua sede, na Estrada do Bananal, nº 1.919 – bairro Bananal.

A título de curiosidade, em janeiro passado, em apenas 26 dias de governo, a prefeitura recolheu seis toneladas de pneus velhos. Esse tipo de medida contribui para o ICMS Verde, um incentivo financeiro concedido a municípios que investem em preservação ambiental.

Secretaria do Ambiente entrega doações da Corrida Rústica ao Guapi Solidário

A Secretaria municipal do Ambiente entregou nessa terça-feira (20/6), cerca de 250 quilos de alimentos não perecíveis à Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos. Os alimentos foram arrecadados durante a inscrição para a Corrida Rústica, que aconteceu no último dia 9 de junho, durante a celebração da Semana do Meio Ambiente. Os mesmos serão destinados a famílias carentes e entidades beneficentes por meio do programa Guapi Solidário.

“Essa parceria entre as duas secretarias é muito importante e quem ganha com isso é a população. Conseguimos unir conscientização ambiental com solidariedade. Muitas outras parcerias como essa ainda virão”, expressou o secretário municipal do Ambiente, Pierre Dutra.

“Sou muito grata a vocês [Pierre Dutra e ao coordenador ambiental, Alexandre Donato] pelo que estão fazendo pelas famílias carentes e por estarem ajudando o nosso trabalho”, agradeceu a secretária municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, Paula Machado.

Desde o início do ano, a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos tem desenvolvido projetos e programas que visam diminuir as desigualdades sociais no município.

Corrida rústica atrai centenas de corredores em Guapimirim

A professora de Educação Física Fernanda, moradora do bairro Limoeiro, em Guapimirim, é a campeã feminina da Corrida Rústica que aconteceu na manhã deste domingo (11/6) com ponto de concentração na Praça da Emancipação, no Centro. Na modalidade masculina o vencedor foi o terceiro sargento da Marinha Lúcio Mauro, morador de Magé. O evento foi organizado pela Prefeitura de Guapimirim, por meio da Secretaria Municipal do Ambiente.

“Participar da corrida da semana do meio ambiente é bastante satisfatório, pois é uma causa muito nobre que nós moradores de Guapimirim temos de estar comprometidos. Estou muito satisfeita pela participação e pela vitória”, comentou Fernanda.

“Gostaria de agradecer a oportunidade de prestigiar o evento da Prefeitura de Guapi, e dizer que é uma satisfação fazer parte do evento no qual o objetivo é incentivar a população a se conscientizar na limpeza, manutenção e no cultivo de árvores e da qualidade de vida do meio ambiente (…); a Prefeitura de Guapimirim está de parabéns por este trabalho e este evento (…)”, felicitou Lúcio Mauro.

O vencedor em cada gênero ganhou uma bicicleta; o segundo lugar, um microondas; e o terceiro colocado, um liquidificador.

Na corrida feminina o segundo e o terceiro lugar ficaram para as competidoras Alessandra, moradoras de Itaboraí e Magé, respectivamente. No lado masculino, o segundo colocado é José Luiz, de Guapimirim, e o terceiro, Márcio, de Itaboraí.

“A presença de competidores de fora de Guapi mostra que o município está ganhando visibilidade, sendo conhecido por boas práticas esportivas e ambientais”, opinou o prefeito de Guapimirim, Zelito Tringuelê. Ele agradeceu aos patrocinadores e colaboradores, tais como a ONG Gente, as empresas Fontes da Serra, Guapi Papéis, Josenei Auto Peças, Serrana e Speed Mag.

Mais de 100 pessoas se inscreveram. Entre os competidores valem destacar os subsecretários de Agricultura, Pecuária e Pesca, Urias Fernandes; e de Esportes e Lazer, Flávio Cadena; o subcontrolador municipal, Vinícius Correia; os vereadores César do Modelo e Rosalvo Filho, além do gerente da Fontes da Serra, Marcos Costa. O vereador de Cachoeiras de Macacu Cristiano Delgado veio a Guapimirim para prestigiar o evento.

O secretário municipal do Ambiente, Pierre Dutra, e o coordenador Alexandre Donato, responsáveis pelos festejos da Semana do Meio Ambiente, agradeceram a participação dos colaboradores e a adesão popular, e destacaram que é possível conciliar o respeito ao meio ambiente a práticas esportivas.

Guapimirim realiza feira do meio ambiente

A Prefeitura de Guapimirim, por meio da Secretaria Municipal do Ambiente, realizou uma grande feira, nessa sexta-feira (9/6), em celebração à Semana do Meio Ambiente, na Praça Paulo Terra, no Centro de Guapimirim. O objetivo do evento foi conscientizar a população a preservar a natureza com ações sustentáveis.

Na ocasião, o prefeito Zelito Tringuelê plantou um pé de jequitibá e o nomeou de Robinho Matruco. Essa foi a forma que encontrou para homenagear o amigo que faleceu no ano passado.

“Meu amigo continuará conosco tanto em pensamento quanto nesta árvore nativa de nossa região. O Robinho sempre sonhou com dias melhores para Guapi”, comentou Zelito Tringuelê.

Animais como araras, macaco-prego e uma cobra fizeram parte da exposição.

A ONG Gente, por meio do ativista Saulo Freitas, fez um protesto contra a caça e a criação ilegal de animais silvestres. Ele ficou dentro de uma gaiola. A entidade tem colaborado com ações sustentáveis, recreativas e culturais nos últimos meses.

Houve exposição de alimentos orgânicos sem uso de agrotóxico por parte de produtores rurais familiares, campanha contra o tabagismo e a vacinação contra a gripe e a febre amarela. Estudantes da rede municipal de ensino apresentaram alguns dos trabalhos desenvolvidos em sala de aula, valendo destacar a produção de um jornal a partir de papel reciclado, cuja matéria prima é produzida por eles mesmos. A escritora Edilza Sousa Aguiar Vieira Prado lançou seu livro ‘Maquito Muriqui’, voltado para crianças entre 5 a 8 anos.

O Grupamento de Socorro Florestal e Meio Ambiente do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro (GSFMA) e a Guarda Parques do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) expuseram os equipamentos utilizados no combate a incêndios florestais.

A concessionária de águas Fontes da Serra apresentou uma maquete de seu sistema de coleta e distribuição de água no município de Guapimirim.

A cooperativa Nascente Pequena apresentou o incrível trabalho artesanal produzido a partir do lixo, entre eles a produção de bolsas a partir de lonas.

Faxina ecológica tem mobilização popular

Aconteceu nessa quarta-feira (7/6) a faxina ecológica no Soberbo. A ação foi uma mobilização popular que contou com a participação de servidores da administração municipal, integrantes da ONG Gente e moradores de Guapimirim.

Foram recolhidas garrafas pet, latinhas de cerveja e refrigerante, sacolas plásticas, pedaços de vigas de ferro e partes de um guarda-roupa. O vice-prefeito e secretário da Casa Civil, Pastor Ricardo, esteve no local e criticou o desrespeito ao meio ambiente e aos banhistas por parte dos poluidores.

O presidente da ONG Gente, André Ramos, participou da mobilização e destacou a importância de apoiar a faxina ecológica. A entidade tem sido uma grande parceira da população guapiense, ao participar e/ou promover ações sustentáveis, recreativas e culturais.

“O nosso foco é fomentar o voluntariado dentro da cidade, porque o poder público não consegue trabalhar sozinho. Viemos para implantar ao jovem o pensamento do que eu posso fornecer para a minha cidade?, no que eu posso ajudar a minha cidade?, em vez de ficar simplesmente cobrando a minha cidade, cobrando por que alguém não fez, cobrando por que uma autoridade não fez”, comentou André Ramos.

Marcaram presença os secretários do Ambiente, Pierre Dutra; Esportes e Lazer, Nielsen Krizek; Saúde, Marco Appolinario; Indústria, Comércio Trabalho e Renda, Leo Cerqueira; Turismo, Humberto Costa; o subsecretário de Turismo, Maurício Almeida; e o coordenador ambiental Alexandre Donato.

Também acontece simultaneamente a coleta de lixo eletrônico (pilhas e baterias) na sede da Prefeitura e na Secretaria Municipal do Ambiente.