Campanha de Combate à Febre Amarela

A Prefeitura de Guapimirim, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, reforça a importância da vacinação contra a febre amarela para todos os munícipes. No ano passado, os esforços empreendidos na campanha de vacinação, imunizaram mais de 40 mil pessoas.

Em 2018 já foram registrados quatro casos de febre amarela no estado do Rio de Janeiro. A primeira morte do ano foi registrada em Teresópolis, onde também há uma pessoa internada, além de outras duas mortes registradas em Valença, no Sul Fluminense, e mais uma pessoa internada no mesmo município.

É importante reforçar que a febre amarela é transmitida através da picada de mosquitos, e NÃO por macacos. Ao encontrar macacos mortos ou debilitados, o cidadão deve informar o mais rápido possível à Vigilância Ambiental no telefone 2632-3519.

A vacinação é recomendada para crianças a partir dos nove meses de idade. Mulheres que estejam amamentando, pacientes em tratamento com radioterapia/quimioterapia, corticoides ou submetidos a tratamentos imunossupressores, portadores de doenças autoimunes, hepáticas, hematológicas, renais e neoplásicas, pessoas com alergia a ovo, portadores do vírus HIV/AIDS e idosos com mais de 59 anos deverão consultar um médico para avaliar a possibilidade de vacinação.

*Lembrando que caso você já tenha se vacinado, a mesma não deve ser aplicada novamente, pois a reaplicação pode ser prejudicial à saúde.

Sinais e sintomas

*Os sinais e sintomas mais comuns da doença são: febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, náuseas e vômitos que duram, em média, três dias. Nas formas mais graves da doença, podem ocorrer olhos e pele amarelados, problemas no fígado e nos rins, hemorragia e cansaço intenso.

DICAS: Use repelentes, instale mosquiteiros e evite áreas de mata.

Para mais informações sobre a doença acesse www.febreamarelarj.com.br.

A vacina está disponível de segunda a sexta-feira, das 08h às 12h. Confira os postos de vacinação:

UNIDADE DE SAÚDE DE PARADA MODELO
QUINTA MARIANA
PQ SANTA EUGÊNIA
PARADA IDEAL
STATUS
VILA OLÍMPIA
VALE DAS PEDRINHAS
RUA 11
CENTRO PEDIÁTRICO E NUTRICIONAL – SMS
ORINDI
VALE DAS PEDRINHAS

Prefeitura inicia Operação Verão 2018

A Prefeitura de Guapimirim deu início à Operação Verão 2018 no último fim de semana em pontos turísticos do município, como a Barreira, a cachoeira da Concórdia, o Centro, Garrafão e Caneca Fina. Participaram as secretarias municipais do Ambiente, Turismo e Segurança, Ordem Pública e Defesa Civil, sendo esta por meio da Guarda Civil Municipal e da Guarda Ambiental.

Entre os problemas encontrados vale destacar o lixo espalhado, garrafas de vidro, vestígio de fogueira e de churrasqueira, entre outros.

A Secretaria do Ambiente apoiou a ação com o fornecimento de viaturas, na parte jurídica, treinamento dos agentes das guardas Civil e Ambiental e a elaboração da operação.

Já a Secretaria de Turismo e as guardas Civil e Ambiental orientaram turistas e visitantes sobre o Código de Posturas municipal e buscaram conscientizá-los sobre a necessidade de preservar o meio ambiente.

Fiocruz promove oficina contra febre amarela em Guapimirim

A Fundação Oswaldo Cruz promoveu uma oficina de trabalho de monitoramento e combate contra a febre amarela na sede da Defesa Civil, em Guapimirim, na última segunda-feira (18/12). O evento contou com o apoio das secretarias municipais do Ambiente, de Saúde e de Agricultura, Pecuária e Pesca, além da Secretaria Estadual de Saúde, do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e do Centro de Primatologia do Rio de Janeiro (CPRJ).

Durante o período da manhã foram realizadas palestras. Já na parte da tarde, atividades práticas de identificação e combate a focos do mosquito transmissor da febre amarela.

“A Secretaria do Ambiente tem contribuído no combate efetivo ao mosquito transmissor da febre amarela, por meio do recolhimento de pneus velhos. Só este ano já foram recolhidas, aproximadamente, 48 toneladas em diversos pontos do município, durante as ações de limpeza urbana”, comentou o secretário municipal do Ambiente, Pierre Dutra.

“A escolha de Guapimirim para realizar este evento é muito importante. Este ano, a Secretaria Municipal de Saúde realizou uma intensa campanha de vacinação contra a febre amarela. Entre março e abril, em menos de um mês, mais da metade do público-alvo, cujo total era de 48 mil, já tinha sido imunizada. E ao longo de 2017 a campanha teve continuidade, inclusive com a vacinação itinerante em praças, perto de supermercados, entre outros locais”, disse o secretário Municipal de Saúde, Marco Appolinario.

“O combate contra o mosquito transmissor da doença deve ser de todos e com integração entre as secretárias, demais órgãos públicos e com adesão da população. Da nossa parte, buscamos orientar e conscientizar os produtores rurais a não deixarem água parada nos vasos de plantas ou em outros locais que sirvam de criadouros”, falou o secretário Municipal de Agricultura, Daniel Eugênio.

“O objetivo dessa oficina de trabalho era atualizar o cenário da febre amarela no estado do Rio de Janeiro, e disponibilizar treinamento para o desenvolvimento de ações de vigilância integrada, destacando os procedimentos para identificação de epizootias, notificação às secretarias de saúde municipais, coleta primatas não humanos, uso do aplicativo SISS-Geo, com vistas à realização de vigilância passiva”, explicou o gestor Ambiental da Secretaria Municipal do Ambiente, Fernando Martins.

Participaram da oficina cerca de 150 pessoas de mais de 20 municípios fluminenses, entre eles: Teresópolis, Macaé, Rio de Janeiro, Araruama, Paraty, Duque de Caxias e Magé.

O óleo de cozinha que você joga fora pode virar o produto de limpeza da sua casa

Secretaria Municipal do Ambiente promove mais uma etapa da campanha de arrecadação de óleo de cozinha usado

Você sabia que o óleo de cozinha que você joga fora pode ser trocado por produtos de limpeza para a sua casa??? Sim, em Guapimirim isso é possível. A Secretaria Municipal do Ambiente promove uma campanha de recolhimento de óleo de cozinha usado. O material a ser descartado pode ser colocado em garrafas pet.

Veja o que você pode trocar*:

  • 2 litros de óleo: um detergente de louça ou sabão em barra.
  • 4 litros de óleo: um desinfetante ou um multiuso.
  • 6 litros de óleo: um sabão em pó ou sabão em pasta.

* O produto a ser trocado dependerá da disponibilidade em estoque.

O material pode ser entregue na Secretaria Municipal do Ambiente, na Estrada do Bananal, nº 1.919, no bairro Bananal. Acima de 20 litros, pode-se solicitar o recolhimento domiciliar.

A Secretaria Municipal do Ambiente está agendando para o dia 27 de outubro, a última sexta-feira do mês, a próxima coleta domiciliar. Para agendar a retirada de mais de 20 litros de óleo, entre em contato com a Equipe Técnica de Educação Ambiental no e-mail educacaoambiental@guapimirim.rj.gov.br.

Todo o óleo de cozinha coletado é destinado a uma empresa parceira, que o transformará em produtos que você usa na sua casa, como detergente ou sabão em pasta, por exemplo.

“Se tem uma coisa que nunca sai de moda é ser sustentável e ter consciência ecológica. Esta campanha une o útil ao agradável: a pessoa, além de ajudar a preservar o meio ambiente desse tipo de contaminação, ainda pode economizar no bolso. A Secretaria Municipal do Ambiente recomenda nunca jogar óleo vegetal em ralos de pia, tanques, bueiros e em vias públicas”, orienta a técnica da Equipe de Educação Ambiental, Sandra Arruda.

“A Secretaria [Municipal] do Ambiente promove sustentabilidade por meio da reciclagem do óleo de cozinha usado. O lixo é transformado para minimizar os impactos negativos ao meio ambiente. E as pessoas que participam dessa campanha também promovem sustentabilidade e ajudam a reforçar o bom conceito que Guapimirim tem no que diz respeito à preservação ambiental.  Além disso, o recolhimento de óleo vegetal ajuda a aumentar a arrecadação do Município por meio do ICMS Ecológico”, sinalizou o secretário Municipal do Ambiente, Pierre Dutra.

“Guapimirim tem 79% de seu território em áreas de proteção ambiental (APAs). O verde de nossa cidade é o nosso principal postal, por isso temos que preservar ao máximo tanta riqueza e tantas belezas naturais. O descarte correto do óleo de cozinha é um dos meios de se fazer isso”, disse o prefeito Zelito Tringuelê.

Secretaria do Ambiente recolhe 700 quilos de resíduos eletrônicos

A Secretaria Municipal do Ambiente recolheu cerca de 700 quilos de resíduos eletrônicos, nesse sábado (30/9), na Praça da Emancipação, no Centro. Televisores, rádios, monitores, teclados, CPU, impressoras, telefones, pilhas e baterias estão entre os materiais recebidos.

“Para a gente, é bastante positivo esse quantitativo recolhido somente na Praça da Emancipação e em algumas horas, apesar da chuva deste sábado. Essa campanha de recolhimento de resíduos eletrônicos coloca Guapimirim na vanguarda de ações em prol do meio ambiente. O Município já promove o recolhimento de óleo de cozinha usado, que é destinado à reciclagem, e também de pneus velhos. De janeiro a junho deste ano, a Secretaria [Municipal] do Ambiente já recolheu mais de 23 toneladas de pneus velhos, que também serão reciclados. Além de promovermos ações de limpeza e de conscientização ambiental, combatemos o mosquito transmissor da dengue, já que os pneus com água parada servem como criadouros”, disse o secretário Municipal do Ambiente, Pierre Dutra.

“O programa de coleta passa a ser permanente a partir desse momento, onde a população poderá levar o seu resíduo eletrônico à Secretaria [Municipal] do Ambiente”, destacou o chefe de Gabinete da Secretaria Municipal do Ambiente, Alexandre Donato.

“Os munícipes que participaram do descarte dos eletrônicos estavam muito satisfeitos e apoiando a ação da Secretaria [Municipal] do Ambiente. Alguns pediam ação itinerante e outros a continuidade dessa coleta. É bom saber que estamos no caminho certo”, comentou a técnica da Equipe de Educação Ambiental, Sandra Arruda.

Resíduos eletrônicos, pneus velhos e óleo de cozinha usado poderão ser entregues na Secretaria Municipal do Ambiente, na Estrada do Bananal, nº 1.919, no bairro Bananal. Acima de 20 litros de óleo, é possível solicitar a coleta domiciliar.

A título de curiosidade, a secretaria também implementou este ano o projeto Adote uma Árvore. Os interessados em adquirir uma muda de árvore nativa da região para plantio, poderão recebê-la gratuitamente.

Guapimirim comemora Dia da Árvore com plantio e distribuição de mudas

Em comemoração ao Dia da Árvore, a Prefeitura de Guapimirim, através da parceria entre as secretarias de Ambiente e de Educação, está promovendo o plantio e a distribuição de cerca de 100 mudas de árvores em 10 escolas e creches do município. A primeira unidade educacional a receber a ação foi a Creche Municipal Professora Vânia Regina de Azevedo Dias, no Paiol, na manhã desta quinta-feira, 21 de setembro.

O secretário de Ambiente, Pierre Dutra, destacou a educação ambiental e conscientização como principais meios de preservação. “Neste dia, unimos meio ambiente e futuro do país, que são as nossas crianças. Todos os dias temos que promover a conscientização para a importância das árvores e da natureza. A doação das mudas de árvores faz com que as crianças levem para casa não só apenas uma planta, mas o sentimento de cuidado com a natureza”, disse o secretário, ressaltando a importância do projeto Adote uma Árvore, que essa semana completa mil mudas entregues à população.

Para a secretária de Educação, Cecília Pais, é fundamental a realização de atividades com foco no verde. “É um trabalho de conscientização com as nossas crianças, para que elas sejam o futuro do nosso município e possam administrar os recursos naturais de Guapimirim de forma consciente. Afinal temos mais de 70% de área verde.”, pontuou Cecília Pais.

A diretora da Creche Profª Vânia Regina, Vanessa Soares Pinto, falou sobre a atividade como complemento para o ensino na sala de aula. “Estamos trabalhando com as crianças sob o tema de proteção ao meio ambiente durante todo o ano letivo. Esse plantio é a culminância de um ano de conscientização”, falou a diretora, destacando que através do projeto da creche “Mudas para um Futuro Melhor”, cada criança da unidade irá levar para casa uma muda de pau-brasil. Ao total, serão doadas 200 mudas recebidas através de doações da Secretaria de Ambiente e parceiros privados.

Durante a ação, as crianças aprenderam mais um pouco sobre o tema ambiental e se divertiram. Os alunos do Maternal fizerem uma apresentação ressaltando a importância da natureza e depois plantaram um muda de pau-brasil no pátio da creche. Já os alunos do Pré I plantaram uma muda de Cambucá na Rua João Ferreira de Abreu, doada pela veterinária Drª Suzana Hees.

Projeto Adote uma Árvore

Idealizado pele setor fitossanitário da Secretaria de Ambiente, por meio de André Medas de Andrade e Reginaldo Caldeira, o projeto Adote uma Árvore visa fazer doações de mudas de árvores à população, de acordo com a necessidade do morador, como explicou André Medas. “Atendendo a demanda do prefeito Zelito Tringuelê de tornar o município ainda mais verde, temos trabalhado neste projeto buscando que cada morador adote uma árvore de sua preferência, seja frutífera ou apenas ornamental. Até o momento, alcançamos o número de mil árvores adotadas em todo o município”, concluiu André Medas, destacando que dentre as árvores doadas para as escolas e para os moradores estão pau-brasil, jabuticabeira, ipê amarelo, açaí, acerola, amora e pitanga.

As escolas e creches que participaram do projeto e receberam as mudas de árvores são: Creche Municipal Lenira Anacleto da Silva (Vale das Pedrinhas), Creche Municipal Vânia Regina de Azevedo Dias (Paiol), Escola Municipal Rural Celina Correa da Silva (Paraíso), Escola Municipal Prof. Fernando A. Figueiredo (Parada Ideal), Escola Municipal Profª. Ilza Junger Pacheco (Vale do Jequitibá), Escola Municipal Rui Barbosa (Quinta Mariana), Escola Municipal José Joaquim da Costa (Monte Olivete), Escola Municipal Tuffy Nicolau Habib (Parada Modelo), Escola Municipal Vila Olímpia (Vila Olímpia) e Escola Municipal Santa Eugênia (Parque Santa Eugênia).

Secretaria do Ambiente fará recolhimento de resíduos eletrônicos

A Secretaria Municipal do Ambiente fará o recolhimento de resíduos eletrônicos na Praça da Emancipação, no Centro, das 9h às 15h, do próximo dia 30 de setembro (sábado). Trata-se da campanha E-Lixo Zero, cujo intuito é promover conscientização ambiental e digital.

Poderão ser descartados: televisores, telefones celulares, pilhas, baterias, computadores, aparelhos de áudio e vídeo, máquinas fotográficas, rádios, entre outros equipamentos.

“Pretendemos desenvolver esse tipo de ação com maior frequência no município. Afinal de contas, Guapimirim é referência no que diz respeito ao meio ambiente. A Secretaria do Ambiente já promove outras políticas públicas como o recolhimento de óleo de cozinha usado e de pneus velhos. Todo esse material é destinado à reciclagem”, disse o secretário Municipal do Ambiente, Pierre Dutra.

“A importância do descarte correto dos resíduos eletrônicos é que chegando na origem, são separados conforme os componentes. Alguns vão para reciclagem e outros, mais perigosos ao meio ambiente, são descartados de forma correta. O lixo eletrônico costuma ter metais pesados. Em Guapimirim há muitos rios, curso d’água. Quando chove, esse tipo de lixo é levado pelas águas. O descarte adequado evita contaminação do solo e de águas superficiais e subterrâneas. Enviamos esses resíduos para uma empresa licenciada e que tem convênio com recicladoras para que façam o descarte correto”, explicou a técnica da equipe de Educação Ambiental, Sandra Arruda.

Prefeitura e Polícia Ambiental realizam nova soltura de pássaros

A Secretaria Municipal de Ambiente em conjunto com a Unidade de Policiamento Ambiental (UPAM), realizaram na última segunda-feira (24/07), mais uma soltura de pássaros silvestres, entre eles: tico ticos, coleiros, pixanxão e trinca ferros. Os animais foram soltos após avaliação da veterinária responsável.

“É muito importante essa união entre os órgãos, quem ganha com isso é o meio ambiente e consequentemente a população de Guapimirim. Temos como finalidade apenas a preservação ambiental e da fauna típica de mata atlântica”, afirma o Secretário de Ambiente, Pierre Dutra.

Para denúncias ambientais entre em contato com a Secretaria Municipal de Ambiente: 2632-2252.

Prefeitura recolhe 17 toneladas de pneus velhos

A Prefeitura de Guapimirim, por meio da Secretaria Municipal do Ambiente, recolheu mais 17 toneladas de pneus velhos. O material será doado à empresa Reciclanip, para reciclagem, trituração e finalmente transformados em solas de sapatos, tapetes para carros, pisos e asfalto de borracha.

“Além de promovermos uma atividade de preservação ambiental e de sustentabilidade, ajudamos a combater o mosquito transmissor da dengue. Em Guapimirim não deixamos que pneus velhos virem criadouros de insetos. Buscamos transformar o lixo em luxo”, comentou o secretário municipal do Ambiente, Pierre Dutra.

Além de recolhê-los, a Secretaria Municipal do Ambiente disponibiliza um ponto de coleta de pneus velhos em sua sede, na Estrada do Bananal, nº 1.919 – bairro Bananal.

A título de curiosidade, em janeiro passado, em apenas 26 dias de governo, a prefeitura recolheu seis toneladas de pneus velhos. Esse tipo de medida contribui para o ICMS Verde, um incentivo financeiro concedido a municípios que investem em preservação ambiental.

Secretaria do Ambiente entrega doações da Corrida Rústica ao Guapi Solidário

A Secretaria municipal do Ambiente entregou nessa terça-feira (20/6), cerca de 250 quilos de alimentos não perecíveis à Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos. Os alimentos foram arrecadados durante a inscrição para a Corrida Rústica, que aconteceu no último dia 9 de junho, durante a celebração da Semana do Meio Ambiente. Os mesmos serão destinados a famílias carentes e entidades beneficentes por meio do programa Guapi Solidário.

“Essa parceria entre as duas secretarias é muito importante e quem ganha com isso é a população. Conseguimos unir conscientização ambiental com solidariedade. Muitas outras parcerias como essa ainda virão”, expressou o secretário municipal do Ambiente, Pierre Dutra.

“Sou muito grata a vocês [Pierre Dutra e ao coordenador ambiental, Alexandre Donato] pelo que estão fazendo pelas famílias carentes e por estarem ajudando o nosso trabalho”, agradeceu a secretária municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, Paula Machado.

Desde o início do ano, a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos tem desenvolvido projetos e programas que visam diminuir as desigualdades sociais no município.