Profissionais do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) participaram de um curso de Suporte Básico de Vida (BLS, na sigla em inglês), na última terça-feira (30/1), promovido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

Psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros e técnicos de enfermagem tiveram noções básicas de atendimento e socorro a pacientes em situações de risco. As aulas foram realizadas pelo instrutor Claudemir Quirino.

“Essa já é a 20ª turma do Núcleo de Educação em Urgências (NEU) desde a implementação da base descentralizada do SAMU em Guapimirim, a única base descentralizada em todo o estado do Rio de Janeiro que tem uma área de treinamentos com veículos à disposição, podendo ser feito qualquer tipo de cinemática”, comentou o coordenador do SAMU, Alexandro Lisboa.

“Nosso objetivo é transformar esta base do SAMU num polo de capacitação em nível estadual, oferecendo capacitação e treinamento”, declarou o secretário Municipal de Saúde, Dr. Marco Appolinario.

Entre os que passaram pelo curso de capacitação vale destacar os enfermeiros e maqueiros do Hospital Municipal José Rabello de Mello, enfermeiros e agentes da Guarda Civil Municipal de Guapimirim, além de enfermeiros e condutores socorristas do SAMU de Rio Bonito, formandos do Instituto CETEF Lardoza, associados do Niterói Jeep Clube, entre outros.

Muitas pessoas que visitam hoje a excelente estrutura do SAMU de Guapimirim – hoje uma referência na Região Serrana – não fazem ideia que, até junho do ano passado, funcionava numa pequena sala ao lado do necrotério do hospital municipal e que era considerada a pior base da região. No atual espaço, os socorristas podem efetuar a desinfecção de viatura e equipamentos em área apropriada, seguindo normas, efetuar suas refeições etc.