Unidade de saúde contará com duas emergências e cerimônia ocorre duas semanas após a inauguração do primeiro centro de diagnóstico por imagem municipal

A Prefeitura de Guapimirim, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, inaugurou a nova emergência do Hospital Municipal José Rabello de Mello, no Bananal, no início da noite desta sexta-feira (20/10). Em vez de uma, agora serão duas recepções, uma voltada para crianças e gestantes e outra destinada ao público em geral. Além disso, foram criados a Sala de Estabilização e novos sanitários.

A nova emergência é para evitar que crianças e gestantes se deparem com pacientes que chegam feridos e/ou em estado grave à unidade de saúde.

O diretor Médico, Dr. Daniel Kitamura, explicou que o hospital contará com uma equipe médica capacitada – formada por cardiologista, fisioterapeuta, entre outros profissionais – para atender os pacientes.

Já o diretor de Enfermagem, Eduardo Fernandes, contou que a Sala de Estabilização receberá os pacientes que chegarem em estado crítico. No local, eles receberão o atendimento adequado para estabilizar o quadro clínico e serem levados para o CTI. Essa sala funcionará 24 horas e sete dias por semana.

A diretora Administrativa, Luciana Brisson, disse que a nova emergência e a Sala de Estabilização são algumas das melhorias implementadas no hospital e na rede municipal de saúde.

“Quero que a população, quando vier ao hospital, sinta a diferença, veja que tem um ar condicionado, uma sala de espera, uma emergência com qualidade, e acabar com o descaso de passar uma pessoa baleada na frente de uma criança ou de uma senhora grávida. Acabou isso! Qualidade de vida é o que temos buscado para oferecer aos moradores do nosso município. Em 10 meses já fizemos muita coisa. Há duas semanas inauguramos o Centro de Imagem (Guapi Imagem), e agora a nova emergência”, expressou o prefeito Zelito Tringuelê.

“É sempre uma alegria e um privilégio fazermos uma inauguração. Isso significa que o governo está entregando algo novo para a população. Isso é o motivo de um governo existir. Um governo existe para atender a população, para que as pessoas sejam melhores atendidas. Quando participamos de uma inauguração que se vê que isso está relacionado ao cuidado com as pessoas (…); sabemos a tarefa árdua que é trabalhar num hospital. O governo tem trabalhado bastante para garantir melhores condições de atendimento e de trabalho. Não posso deixar de falar que faltando 10 a 12 dias para assumirmos o governo, os médicos foram ao fórum dizer que não poderiam trabalhar, porque não tinham condições de trabalho, não tinham condições de atender os pacientes e que eles tinham medo de ser processados por omissão de socorro. Se vocês (o público) nos perguntarem se tudo está bom hoje, vamos dizer que não, porque temos a consciência de que é preciso fazer muito mais. Porém, em 10 meses de governo já fizemos muita coisa”, sustentou o vice-prefeito Pastor Ricardo.

“Essa nova emergência é uma conquista que o Município está conseguindo. A primeira atribuição que o prefeito [Zelito Tringuelê] nos deu foi tratar com humanização todos os pacientes. Já tivemos algumas melhoras no atendimento, e essa obra vai dar um conforto de espaço físico. Vamos conseguir o que o prefeito sempre quis desde o primeiro dia de mandato, que é melhorar os serviços oferecidos à população. Ele chegou aqui (no hospital) e disse: ‘olha, esses pacientes não estão sendo bem atendidos’”, relatou o secretário Municipal de Saúde, Dr. Marco Appolinario.

Entre o público presente compareceram secretários, subsecretários, servidores e os vereadores Cláudio Vilar (Magal) e Osvaldo Pereira.

* Crédito fotos: Bruno Grosman