Primeira fase do programa atendeu professores da rede municipal de ensino

A Escola Municipal Acácia Leitão Portela, localizada em Parada Modelo, apresentou, nesta terça-feira (12/09), o projeto Escola Sustentável – o Guapi que eu vivo, cujo objetivo é promover sustentabilidade socioambiental através da capacitação de profissionais da educação e alunos do município. O projeto é agraciado pelo Programa Escola Sustentável, do Ministério da Educação.

A secretária de Educação, Cecília Pais, prestigiou o evento e ressaltou a importância de projetos como o Escola Sustentável. “É uma ferramenta pedagógica que tem como objetivo transformar a escola em um espaço sustentável, tratando não apenas de questões ambientais, mas também de inclusão, promoção de valores e direitos humanos”, destacou.

De acordo com a diretora da E. M. Acácia Leitão Portela, Rosimere Guimarães, dentro das unidades escolares há uma grande necessidade de aprender e ensinar sobre reaproveitamento. “É muito importante que os alunos e os professores tenham essa responsabilidade de reaproveitar as coisas que usamos todos os dias. Nossa escola é a maior do município e buscamos, através desse projeto, ser multiplicadores dessa ideia para as outras unidades”, disse.

A primeira fase do projeto foi a capacitação dos profissionais da Educação com relação ao sentimento de pertencer a cidade. Para isso, foram realizadas, no auditório da escola, duas palestras para abrir o programa. A primeira foi conduzida pelo jornalista e mestrando em Turismo, Rafael Coelho, ex-aluno da rede pública de ensino de Guapimirim, cujo tema abordou a temática do turismo sustentável como diferencial para o crescimento do município.

A segunda palestra foi ministrada pelo subsecretário de Agricultura, Urias Fernandes, que falou sobre produção agropecuária. “Um dos setores que devem ser restaurados dentro do município é o agronegócio, desenvolvendo questões de sustentabilidade através de técnicas e incentivos. Atualmente, o desenvolvimento de um município está diretamente ligado às práticas sustentáveis e a conscientização da população com relação a essas ações”, concluiu.

A segunda parte do projeto Escola Sustentável será capacitar os alunos da E. M. Acácia Leitão Portela através da criação de uma horta orgânica, oficinas com reutilização de materiais sustentáveis, gincanas com a mesma temática e passeios turísticos pela cidade. “Os alunos ficam empolgados com as atividades fora de sala de aula e, com isso, conseguimos agregar valor à toda a programação proposta dentro do projeto Escola Sustentável”, finalizou a coordenadora pedagógica, Sandra Ferreira de Almeida.