O turismo – ou algumas de suas vertentes como o ecoturismo e o turismo rural – tem um grande potencial em Guapimirim. Para isso, é preciso desenvolvê-lo por meio de parcerias público-privadas, com o apoio da sociedade, e investimentos. Para alavancar o setor, aconteceu a 3ª Conferência Municipal de Turismo, nesta sexta-feira (25/8), que debateu junto à população sobre o tema. O evento foi promovido pela Secretaria Municipal de Turismo e ocorreu no Centro Cultural, no Centro.

Fizeram parte da mesa o secretário Municipal de Turismo, Humberto Costa; o subsecretário de Turismo, Maurício Almeida – presidente da Conferência –, os secretários municipais de Agricultura, Pecuária e Pesca, Daniel Eugênio; de Ambiente, Pierre Dutra; e de Cultura, professor Luís Cláudio; além da representante do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Tatiana Vicente; e do vice-presidente do Instituto de Geografia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), Rafael Fortunato.

“Estamos buscando fazer a nossa parte para promovermos o turismo de verdade em nosso município (…); o Sebrae tem nos apoiado em todos os aspectos no turismo e com o turismo rural. Nós estamos desenvolvendo um plano estratégico para a nossa cidade para os próximos anos e esse plano vai servir de norte para todas as ações da Secretaria de Turismo (…)”, destacou o secretário Humberto Costa.

“Pelo Cadastur, nós identificamos a falta de empresas de turismo cadastradas em nossa cidade. Fizemos um trabalho em cima disso em que cadastramos pousadas, restaurantes e outros estabelecimentos no Ministério do Turismo, porque eles não podem funcionar sem o cadastramento. Não tínhamos nenhuma pousada cadastrada, e as que tinham estavam com o cadastro vencido. Hoje temos seis pousadas registradas no Cadastur e é provável que até o final do ano tenhamos entre nove e dez”, comentou o subsecretário Maurício Almeida, que também explicou que atualmente a classificação de Guapimirim no setor, junto ao Ministério do Turismo, é a D e que a meta é subir para C. O Cadastur é um sistema do governo federal que certifica empresas a atuarem com turismo.

“Nós somos um complexo de secretarias do governo que trabalhamos para o bem do turismo, do ecoturismo e do turismo rural em Guapimirim. Estamos trabalhando muito para que possamos preparar junto com o Sebrae para que tenhamos essa visão de recepção às pessoas que vierem visitar o município”, falou o secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca, Daniel Eugênio.

“O turismo é ligado diretamente à minha pasta, o ambiente. A maioria das cidades sobrevive hoje ao ecoturismo. Então, isso precisa ser explorado. Temos buscado regularizar pousadas e empreendimentos, mas isso tem que ser feito com sustentabilidade. Não adianta promover um turismo desenfreado para evitar degradar a nossa riqueza natural e para que não tenhamos problemas no futuro”, sustentou o secretário de Ambiente, Pierre Dutra.

Já o secretário de Cultura, professor Luís Cláudio, se referiu a essa complementariedade entre turismo e cultura como uma ‘bela confusão’ e que isso é importante para se buscar a identidade do município. “Acho que essa Conferência tem uma missão muito importante (…); nossa cidade é uma cidade potencialmente referência para o mundo, porque temos patrimônios materiais e imateriais”, disse.

A representante do Sebrae, Tatiana Vicente, mencionou algumas das promoções que a entidade desenvolveu em cidades fluminenses e enfatizou a importância da mulher como ferramentas de inclusão social e de empreendedorismo.

O vice-presidente do Instituto de Geografia da Uerj, Rafael Fortunato, abordou sobre ‘turismofobia’ – fenômeno de aversão a turistas que está crescente em algumas cidades turísticas mundo afora – e do turismo solidário. Este segmento é voltado para o desenvolvimento humano e combate às desigualdades sociais.

Na ocasião, foram entregues certificados do Cadastur a empresas dos setores de turismo, hotelaria e gastronomia.

A Conferência é a continuidade das discussões que tiveram início no Seminário Municipal de Turismo, que ocorreu no último dia 12 de maio.